Blog de Turismo – Eu fui, irei e estou…

Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá

O que fazer em Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá.

 Em 2020, coloquei os Parques Municipais, Estaduais e Nacional na minha lista para conhecer, agora Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá é meu primeiro destino pós-retomada do turismo.

Primeiro do ano na Tailândia, o  Parque Nacional de Hat Noppharat Thara-Mu em Ko Phi Phi  e no carnaval consegui ir para o Parque Nacional Anavilhanas e  em um grupo de cinco mulheres, fomos conhecer, Caracaraí – Parque Nacional do Viruá.

Dentro de casa, o  Parque Nacional do Viruá, um dos principais Parques Nacionais de Roraima é um lugar que vale a pena conhecer e agora você vai aprender como ir visitar o parque. 

Vou te mostrar agora, como ir, quando ir, o que fazer e como chegar a partir de Boa Vista e muito mais. Vamos lá, conhecer Caracaraí, Parque Nacional do Viruá.

O que é Caracaraí/RR?

No período de 1939-1943, o distrito de Caracaraí, figura no município de Boa Vista. Sede no antigo distrito de Caracaraí.

Constituído de 3 distritos: Caracaraí, Boiaçu (ex-Catrimani) e São José de Anauá. Instalado em 21-01-1956. Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Historicamente, conhecido como Cidade Porto, é suporte de abastecimento de Roraima, principalmente com derivados de petróleo.

O mais importante produto da época era a produção de gado do Estado, que era embarcada em batelões na cidade de Caracaraí, em direção a cidade de Manaus, que abastecia Roraima com aviamentos a bordo dos mesmos batelões ao retornarem.

O município é cortado pela rodovia federal BR-174 que liga Boa Vista a Manaus e à Venezuela.

A grande vocação natural do município é o turismo de pesca, sendo o maior produtor de peixe do Estado. Na cidade têm vários pontos turísticos de Roraima, e um deles, é o Parque Nacional do Viruá que vamos conhecer agora.

O que é o Parque Nacional do Viruá?

O Parque Nacional do Viruá foi criado em 29 de abril de 1998, em atendimento a compromissos assumidos pelo Brasil na Convenção da Diversidade Biológica, possui cerca de 240.000 hectares.

Localizado no município de Caracaraí, centro-sul de Roraima, o parque abrange um mosaico de florestas aluviais, campinaranas (white sand forests and shrubs) e florestas de terra firme, em uma região com características típicas de um pantanal, no norte da Amazônia. (Informações ICMbio)

Caracaraí - ParqCaracaraí - Parque Nacional do ViruáCaracaraí - Parque Nacional do ViruáCaracaraí - Parque Nacional do ViruáCaracaraí - Parque Nacional do ViruáCaracaraí - Parque Nacional do ViruáCarue NacioCarCaracaraí - Parque Nacional do Viruáacaraí - Parque Nacional do Viruánal do ViruáCaracaraí - Parque Nacional do Viruá
Caracaraí – Parque Nacional do Viruá

Recebeu o título de Sítio Ramsar pela Convenção das Áreas Úmidas em 22 de março de 2017, tornando-se reconhecido mundialmente como sítio de importância internacional para a conservação da biodiversidade.

Situado na região de mais fácil acesso do Pantanal Setentrional, o parque funciona como um centro de referência para pesquisas ecológicas de longa duração, e tem a missão de integrar atividades de pesquisa e conhecimentos de biodiversidade ao desenvolvimento local.

Experiências de turismo de base comunitária estão sendo estimuladas, para assegurar a participação das comunidades no desenvolvimento do turismo no Parque Nacional do Viruá e entorno.

Conhecer o parque é garantia de contato com uma grande diversidade de aves, mamíferos e plantas da Amazônia.

Quando ir ao Parque Nacional do Viruá?

Durante todo o ano, o Parque pode ser visitado. Para planejar o passeio, é preciso estar atento às mudanças sazonais causadas pelas chuvas nos ambientes e rios da região.

Em Roraima, a estação chuvosa vai de maio a agosto. Se você for entre maio e junho são os meses mais chuvosos. Já em julho e agosto a quantidade de chuvas é menor e a navegação é feita com facilidade, sendo comuns períodos de sol seguidos de fortes pancadas de chuva. Em setembro tem início a estiagem (seca) e a vazante dos rios.

A seca se acentua na região em janeiro e fevereiro, quando há maior facilidade para caminhadas nos ambientes alagáveis. Os meses de março e outubro costumam ser os mais quentes do ano. Fiz o passeio dia 14 de novembro, onde na noite anterior havia chovido e a trilha estava um pouco úmida. Mas o que vale é ficar atendo ao clima sempre.

O que precisa fazer para ir à Caracaraí – Parque Nacional do Viruá?

Vou contar passo a passo como ir ao Viruá. Para ir ao Parque Nacional do Viruá, é preciso fazer  o agendamento prévio da visita com no mínimo 4 (quatro) dias de antecedência.

Vai precisar enviar um email,  com o dia que ficará no parque junto ao nome completo das pessoas e CPF, que visitarão o parque para a emissão de autorização através do e-mail ngi.roraima.usopublico@icmbio.gov.br.

Após isso, você receberá um email de confirmação com a listas da pessoas e as regras que devem ser respeitadas no parque e a infraestrutura que o lugar oferece. Vou contar mais abaixo.

Valor da entrada

Gratuito, não há nenhum tipo de taxa para entrar no parque.

Guias para agendar

Após a confirmação do email, você terá que entrar em contato com um dos guias da lista que é oferecido pela administração do Viruá.

O guia que nos acompanhou, foi o Valdercley, mais conhecido como Cobra, o número dele é (95) 99146-7245, basta entrar em contato via whastapp e confirmar com ele.

Ao entrar em contato com ele, vai demorar muito para ter reposta, pois ele vive em Petrolina, uma vila que a internet só tem na praça ou na escola, mas logo ele responde e tira todas as dúvidas. Isso acontece com vários guias, pois todos moram ao redores do parque. O valor do guiamento é R$ 100,00 para grupo de até 15 pessoas.

Como Chegar ao Parque Nacional do Viruá?

O acesso ao Parque Nacional do Viruá se dá pela BR-174, se você sai de Manaus, via rodovia federal é no sentido à Venezuela, são 600 Km partindo de Manaus no sentido norte.

Mas se você partir de Boa Vista, como eu fiz, são 190 Km de rodovia asfaltada partindo de Boa Vista-RR no sentido sul, mas já aviso, que há muitos caminhões e buracos ao longo da estrada, principalmente na parte de Caracaraí.

Caracaraí/RR - Parque Nacional do Viruá
Caracaraí – Parque Nacional do Viruá

 

Veja aqui no Wikiloc minha ida até o Viruá de carro, marquei a partir de Mucajaí-RR.

Saímos de casa 5h30 para chegar as 8h30, são em média de 2 horas até o parque, saindo de Boa Vista, depende da estrada e dos caminhões e buracos na BR.

 

Caracaraí/RR - Parque Nacional do Viruá
Paramos para tomar café na BR-174 .

Para chegar à Sede da UC, é preciso tomar a Estrada Perdida, bem na conhecida curva da morte, e percorrer 7 Km de estrada de terra, e deve-se andar a 30km, pois muito animais atravessam a estrada, vimos muito macacos. A estrada tem uma parte alagada e com pedras, mas não chega a atolar um carro.

Caracaraí/RR - Parque Nacional do Viruá
Na estrada Perdida.

 Via aérea pelo aeroporto de Boa Vista é o mais próximo do parque, e recebe voos regulares das principais empresas aéreas comerciais do país.

Não há transporte público regular até o parque. Serviços de aluguel de veículo ou de transporte particular podem ser contratados em Boa Vista ou em Caracaraí, em locadoras ou cooperativas de transporte de passageiros.

Ao chegar no parque será solicitado a lista de reserva que você recebeu por email, irão pedir os dados da placa do seu veículo e responsável pelo grupo e irão conferir a quantidade de pessoas que estão na lista e que estão presentes. Não precisa levar a lista impressa, apresente no celular de forma digital.

Infraestrutura Básica 

Onde ficar no Parque Nacional do Viruá?

Caracaraí/RR - Parque Nacional do Viruá
Entrada do parque.

O parque conta com área de camping para barracas e dois espaços de redário. Além de um quarto para casal e outro com três camas, mas não tem ventilador nem ar- condicionado e devem levar lençóis.

Como nunca dormir no parque, não sei como é o clima a noite, mas de dia é bem quente e úmido. Não há nenhuma taxa para ficar no parque. Mas há muito carrapatos que grudam em você. No Parque, há wi-fi aberto, mas só pega o whatsapp e é bem lento, a energia é solar em boa parte.

Caracaraí/RR - Parque Nacional do Viruá
Redário
parque nacional do viruá
Redário
Caracaraí/RR - Parque Nacional do Viruá
Área de Camping
parque nacional do viruá
Banheiros da área de Camping
parque nacional do viruá
Quarto de casal.
parque nacional do viruá
Quarto com 3 camas.
parque nacional do viruá
Regras conforme COVID-19.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Áreas para fogueira.

Porém, se o visitante optar por pousadas e hotéis próximos, pode encontrar na cidade de Caracaraí, basta  dirigir 52km até a sede de Caracaraí e ficar em um desses hotéis:

1- Luminar Hotel: R. Sen. Hélio Campos-(95) 99112-3683
2- Hotel Márcia: Av. Dr. Zany, 1909 – (95) 3532-1208
3- Hotel Maroca: Av. Pres. Kenedy, 1075-(95) 99165-3539
4- Hotel Estrela: Rua Ver. Alberto Barbosa, 1068 – Centro -(95) 3532-1732
5- Hotel Evolução: Rua P. Dois, Av. Dr. Zany – Centro -(95) 99132-4226

Os locais para hospedagem na cidade são bem simples, mas há um bom conforto e boa hospitalidade.

Onde Comer no Parque Nacional do Viruá?

Para comer no parque, é bom levar sua alimentação para fazer, mas se você quiser comer um bom peixe regional, basta ir a Caracaraí e visitar os principais restaurantes da cidade.

  • Peixada dos Amigos: (Rua Arlindo de Nazaré, Santa Luzia)

  • Restaurante 4 Irmãos: (Avenida Dr. Zanny, Centro)

  • Restaurante da Deuzira: (Avenida Dr. Zanny, Centro)

  • Restaurante Márcia: (Avenida Dr. Zanny, Centro)

  • Restaurante Sabor Caseiro: (Avenida Dr. Zanny, Centro)

O que fazer no Parque Nacional do Viruá?

Chegamos a sede do parque as 8h35 conforme previsto, primeiramente fizemos a trilha da Samaúma e depois, fizemos a trilha do Mirante da Serra.

O local é cheio de trilhas, mas devido a pandemia, muitas estão sendo reaberta e por enquanto, somente essas duas estão mais acessíveis. O parque é mais visitado por pesquisadores, que turistas.

Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Placa do Parque Nacional do Viruá

No local, não há cachoeiras ou igarapé, apenas trilhas com chegada ao mirante e a prática de observação de aves e da fauna e da flora.

Agora vamos conhecer o nosso bate e volta no Parque Nacional do Viruá. Meu primeiro parque pós – isolamento, desde que paralização da pandemia, e fomos em 5 mulheres, a partir do grupo de Mulheres Viajantes de Roraima.

Trilha da Samaúma

A primeira trilha que fizemos, foi a trilha da Samaúma, a trilha é bem fácil e acessível, sugiro que seja a primeira a fazer.

Segundo o parque, a passarela da Samaúma foi instalada para permitir a visitação de uma floresta alagável por pessoas com necessidades especiais e dificuldades de locomoção, assegurando conforto e proteção aos visitantes. Foi bem rápido, a madeira estava um pouco lisa devido a chuva e pouco fluxo de pessoas.

Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Parque Nacional do Viruá – Trilha de madeira (entrada).

No percurso é possível ter contato com árvores de grande porte, incluindo o amarelão (Fabaceae) e a belíssima Samaúma (Malvaceae), pica-paus, primatas, esquilos e até mesmo peixes de igarapés nas épocas úmidas. Quando fomos estava tudo seco e não podemos ver peixes.

parque nacional do viruá
Aves da Região.

Segundo o ICMbio, a passarela é fruto do projeto de capacitação apoiado pelo Programa ARPA – Subcomponente 2.3 “Integração com as comunidades”, que reuniu carpinteiros locais, arquitetos, comunitários e gestores, na primeira experiência de construção de estruturas facilitadoras com o uso de materiais locais para o ecoturismo na UC.

Contou com a utilização de madeiras apreendidas doadas pelo IBAMA-RR, em parceria com a PRF-RR.

parque nacional do viruá
Na Samaúma
parque nacional do viruá
Mulheres Viajantes de Roraima na Samaúma.

Nível de dificuldade: fácil, acessível a pessoas com necessidades especiais ou com dificuldade de locomoção.

Extensão: 230 metros

Tempo de percurso: 10 minutos, até menos.

Veja aqui no meu wikiloc o tempo percorrido

Trilha do Mirante da Serra

A segunda trilha que fizemos, foi o outro atrativo disponível para visitar,  o Mirante da Serra, construído na Serra do Viruá, a cerca de 170 metros de altitude, foi instalado para o visitante ter uma visão panorâmica da paisagem que e um mosaico de campinarana, florestas de terra firme, ambiente de serras e áreas alagáveis.

A trilha é toda fechada com poucos raios de sol, bem larga e sinalizada. A cada 1 quilômetro percorrido há informação de cada trecho sinalizando onde estamos. A parte da subida é bem íngreme e há algumas pedras. Há um grande número de aranhas, na trilha, avistamos pegadas de onça e muito macacos e plantas nativas.

O percurso se dá a partir da sede, na trilha de acesso à grade do PPBio, que é bem  planejada.

parque nacional do viruá
Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá- Guia explicando a trilha antes de iniciar.
parque nacional do viruá
No meio da trilha, primeiros quilômetros.
parque nacional do viruá
Trilhando.
parque nacional do viruá
Trilha fechada e larga.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Descansando na subida.
parque nacional do viruá
Umidade na trilha
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Subida no último quilômetro da trilha.
parque nacional do viruá
Trilha e subida.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá- E mais subida.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Vista do Mirante da Serra.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá-No mirante da Serra.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
A tradicional foto no mirante da Serra.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Mirante da Serra do Viruá.
parque nacional do viruá
Mirante da Serra
parque nacional do viruá
Fim da trilha do Mirante da Serra.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Chegada e tirando os carrapatos da trilha do Mirante da Serra.
Caracaraí - Parque Nacional do Viruá
Conheça o Parque Nacional do Viruá em Caracaraí – Roraima

Nível de dificuldade: Difícil
Extensão: 3,54 km
Tempo de percurso: 1 hora e 30 minutos

Alguns falaram que eram difícil, mas eu classifico como moderada, indo e voltando do lado dos 3km.

Veja aqui no wikiloc a trilha de ida e volta do Mirante da Serra.

Dicas do que levar ao Parque Nacional do Viruá feita por eles:

Recomenda-se aos que farão trilha que:

  • Vistam roupas leves e confortáveis, calçado apropriado para trekking e boné.

  • Carreguem mochila com itens essenciais: água potável, lanche, capa de chuva, protetor solar e repelente para insetos.

  • A atividade de caminhada em unidades de conservação implica alguns riscos, como queda e mordedura de animais. Além disso, seja prudente e siga a sinalização da trilha para não se perder.

Lembramos também que em Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá:

  • É proibido coletar, perseguir ou apanhar espécimes da fauna silvestre.

  • O fogo pode causar destruição e oferece perigo, portanto, seu uso é permitido somente em áreas indicadas pela gestão do parque.

  • Deposite seu lixo em local apropriado ou o leve de volta para casa.

  • Atalhos geram impactos e trazem riscos aos visitantes. Utilize a trilha oficial.

  • A utilização de equipamentos e instrumentos sonoros afeta o ecossistema, sendo permitida somente mediante autorização.

  • Os banhos de rio devem observar procedimentos de segurança para prevenção de acidentes com arraias e outros animais silvestres.

Gostaram de conhecer Caracaraí/RR – Parque Nacional do Viruá?

Convida os amigos e vão desfrutar dessa aventura.

Veja mais o que fazer em Roraima: 

O que fazer em Boa Vista/Roraima: 10 atrações turísticas imperdíveis

Paracaraima/RR: Bate e Volta na Boca da Mata
Iracema/RR: Bate e Volta em Campos Novos
Uiramutã/RR: Belezas intocadas ao Turismo desejado
Dez POSTs para conhecer mais Boa Vista/RR – 130 anos

SIGA @JÔVIAJOU
 Passagem Promocionais
 Hospedagem Booking
 Hospedagem com DESCONTO o Airbnb
Seguro Viagem com DESCONTO
 Aluguel de Carros
 CHIP de Viagem
 Curso de Inglês para Viajantes
 Curso de Vinhos para viajantes

 

Créditos de Imagem: Jô Viajou, Cobra, July e Renata.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.