Porta de entrada Colômbia: Tabatinga-AM-BRA / Leticia-AM-COL

Antes de iniciar o artigo, vou apresentar um pouco o que é a Colômbia, com algumas informações básicas, mas muito úteis.

Sugestão de leitura anterior para continuação do post: 32 dias na Colômbia: ?Por onde entrar a partir do norte do Brasil¿ ?Quanto custa¿

Na Colômbia, a moeda do país é o peso colombiano (COP), no período que fui, o câmbio com real estava baixo em relação ao oficial e a proporção pro real é mais ou menos assim: COP 700 e 765 = R$ 1,00. O número exato no câmbio oficial era entre 800 e 880 COP.

Viajo sem metas de gasto diários, mas anoto tudo o que gasto, acreditem, cada centavo, aí consigo me controlar. Pois quando saiu de férias assim, quero mesmo é aproveitar e tem alguns passeios que invisto mesmo sem dó, principalmente os de aventura (meu perfil).

Nessa viagem, levei dólar, real e cartão de crédito. Gente, levem dólar  por mais que percam um pouco aqui, você ganha lá com uma cotação melhor. Antes da viagem, lembre-se de autorizar seu banco a fazer saques internacionais  e usar o cartão de crédito.

Vamos ao que interessa:

Para ir à Colômbia fiz uma rota que poucos fazem, em especial aqui no norte do Brasil, coisa que muitos podiam fazer, por ser mais rápido, barato e também seguro. Sim, seguro.

Peguei um voo da Azul saindo de Boa Vista/RR com conexão em Manaus/AM até Tabatinga/AM. O preço achei um pouco salgado em relação aos outros trechos, mas ou era isso ou barco de Manaus a Tabatinga com 5 dias que saia o mesmo preço. Sem tempo a perder fui de avião mesmo, pois 32 dias passa rápido, principalmente quando a viagem é boa.

Chegando à Tabatinga/AM, cidade que faz fronteira com Peru e Colômbia, segui para Letícia na Colômbia. Melhor se hospedar em Letícia que Tabatinga, mais opções de hospedagem e mais barato. Peguei um táxi do aeroporto, mas se você tiver um contato de Tuk tuk, é só ligar que eles vão te buscar no aeroporto mais em conta.

Desembarque do Aeroporto de Tabatinga. Crédito de Imagem: Jôviajou

Meu táxi do aeroporto até o hostel que fiquei em Letícia custou R$60,00, mas era ano novo, eu chorei e paguei R$ 50,00. Disseram que é R$ 20,00, mas  imagina se eu iria encontrar outro transporte na fronteira dia 1 de janeiro? Nunca! Então foi isso mesmo.

O hostel bem simples, só com ventilador e sem armário pra guardar as coisas. Estava na amazônia colombiana, a umidade chega grudava… hahaha mas tive sorte que o tempo estava nublado e nada de calor extremo. Tinha piscina e a mulher do hostel era como uma mãe, muito atenciosa e receptiva.

Quarto do Hostel em Leticia. Crédito de Imagem: Jôviajou

Nessa viagem, o único problema nesse voo da Azul para Tabatinga é que o horário de chegada não é igual ao de saída para Bogotá, de Letícia, então você terá que dormir um dia na fronteira para pegar o carimbo da polícia e de entrada na Colômbia que pode ser adquirida no porto ou no aeroporto ao embarcar. Acho que é estratégia pra movimentar a hotelaria por lá e também pra controle de segurança.

Documentos para entrar na Colômbia: RG com foto atualizada e bom estado de conservação ou passaporte dentro do prazo de validade de 6 meses no mínimo. Carteira de Febre Amarela ( essa não pedem, mas é bom prevenir). Esses documentos são pra brasileiros devido o Mercosul.

Deve-se verificar bem o horário de chegada e decolagem, para conseguir dá entrada/saída do país que estiver indo.

Frente da Polícia Federal em Tabatinga/AM para carimbar o passaporte. Aberto de Segunda a Domingo das 8h às 17h. Crédito de Imagem: Jôviajou

Já falei muito sobre Tabatinga e Letícia e vou responder o que é, da mesma forma que falam.

O que é Tabatinga/AM/BRA? (é dessa forma que  perguntam, quando falo esse nome)

Tabatinga é um município do interior do estado do Amazonas, Região Norte do país. Tem uma população de 63.635 habitantes, de acordo com O (IBGE) 2017.

O município está localizado no oeste do estado do Amazonas, na tríplice fronteira entre o Brasil, a Colômbia e o Peru,tendo sido criado em 1983. Apresenta uma conurbação ( é só atravessar a rua de tão próxima que  você já está em outro país) com a cidade colombiana de Letícia.

Triplíce Fronteira. Conurbação Brasil/Colômbia entra as duas cidades Tabatinga e Letícia. Crédito de Imagem: Jôviajou

O que é Letícia/AM/COL? (assim como Tabatinga)

Letícia  é uma cidade da Colômbia, capital do departamento de Amazonas.  A cidade tem aproximadamente 37.000 habitantes, na margem esquerda do rio Amazonas, e no ponto em que a fronteira entre Colômbia, Brasil e Peru se reúnem em uma área chamada Três Fronteiras.

Localiza-se no trapézio amazônico. Nela, moram 60% da população do departamento de Amazonas. Possui as mais diversas comunidades indígenas, como o Huitotos, Incas, Tucano, e Ticunas. A cidade tem um forte crescimento da população e está tecnicamente formando uma única cidade com a cidade brasileira de Tabatinga.

Agora que vocês já sabem o que é Letícia e Tabatinga, vamos ver o que aprontei depois de todos esses tramites que fiz na fronteira e o que mais conheci na fronteira Colombiana. 

Em Letícia, não tem muito o que fazer, andei a cidade toda, fiz câmbio, achei o porto, me perdir, me encontrei, depois andei mais um pouco e quando olhei pro lado, Cadê? Acabou a cidade? É gente, já tinha andado tudo por lá.

Lá é bem cidade de fronteira mesmo, bem esquecida, suja, o povo vive e vive, como se não houvesse amanhã, uma muvuca no porto, muito gringo e muito gringo. Como pode tanto gringo por aqui  e os brasileiros com medo. Eu sempre era a única brasileira do grupo ou a única latina.

Então, conheci esses lugares que vou mostrar pra você abaixo e depois segui pra Puerto Nariño/Colômbia.

Ruas de Letícia/Colômbia. Motos e tuk-tuk é o meio de transporte mais utilizado. Foto: Jôviajou
Parque Santander, onde pode-se observar várias aves no fim da tarde. Foto: Jôviajou

 

Igreja em Letícia: Se tiver aberta, você pode subir na torre e observar a cidade de cima. Foto: Jôviajou.

Depois de andar muito, no outro dia resolvi conhecer Puerto Nariño na Colômbia. Na amazônia colombiana só há duas cidades, Leticia (em espanhol não tem acento) e Puerto Nariño, logo posso dizer que conheço todos os municípios da amazônia colombiana. Mas imagina conhecer todas a comunidades. Difícil!

Puerto Nariño, é uma cidadezinha no extremo sul da amazônia colombiana, bem tranquila, moram aproximadamente 8.000 pessoas, a maioria de etnias indígenas e fica localizada a beira do rio Loretoyacu, cujas águas são pretas devido à decomposição vegetal, como o rio negro no amazonas. O mais curioso da cidade é que lá não tem  circulação de automóveis, as casas são coloridas, e possui  serviço básico de hospedagem e restaurantes. Para ir a Puerto Nariño, só de barco saindo de Letícia.

Recepção em Puerto Nariño. Foto: Jôviajou  
Rio Loretoyacu. Foto: Jôviajou
Rua de Puerto Nariño. Foto: Jôviajou
Prefeitura de Puerto Nariño. Foto: Jôviajou
Pracinha de Puerto Nariño. Foto: Jôviajou

Conheci a cidadezinha e fui fazer um tour de barco no lago Tarapoto.

O lago Tarapoto é o lugar rico em fauna e flora, se você acha que já viu riqueza na amazônia brasileira, na colombiana é algo deslumbrante, por não ter muito turismo a fauna e flora é muito mais presente e a facilidade de ver os botos cor de rosa e cinzas ao lado do seu barco sem precisar alimentar ou chamar é indescritível. Além de eu ter feitos trilhas, observado árvores centenárias,  conhecido o mangue, pescado piranhas, visto muito bicho preguiça e pelo  caminho  observado muitos pássaros, no fim da tarde desfrutei de um pôr do sol lindo na amazônia colombiana. O passeio custou 50000 COP, equivalente a R$60,00. Lembrando que foi particular. Geralmente é entre 20000 a 30000 COP por pax (passageiro) em grupo. 

Entrada do Lago Tarapoto. Foto: Jôviajou
Arvore centenária na trilha do lago Tarapoto. Foto: Guia Luiz.
Conhecendo o Mangue e pescando Piranha no Lago Tarapoto. Foto: Guia Luiz.
Passeio de barco no Lago Tarapoto. Como foi um passeio particular, eu fui na proa do barco toda hora pegando o sol na cara. Foto: Guia Luiz.
Pôr do Sol no Lago Tarapoto. Foto: Jôviajou
Esse é o restaurante que comi. o prato é entre 8000 a 12000 COP. Foto: Jôviajou 
Hostel que me hospedei. Esse é o hostel que dormi, era um quarto misto para 4 pessoas, e não tinha parede de concreto, eram essas cruzeta de madeira com arames e as paredes pra acabar com a luz do sol, tinha as cortinas e nada de armário pra cadeados. Era dentro da floresta mesmo, não fez calor esse dia. O banheiro, você tomava banho e todo mundo via você da escada pelada. Tomei banho de biquíni no primeiro dia, depois a gente nem liga mais. Quem quiser, que olhe… rsrsrs. O valor do hostel foi 25000 COP a diária sem café. Foto: Jôviajou

Esses foram os detalhes principais da minha passagem por Tabatinga e Letícia, já podem imaginar que perigo nenhum há por lá. Você consegue entrar por essa fronteira a partir de Boa Vista com um custo menor e mais rápido sem nenhum problema.

No próximo post vou contar pra vocês como foi minha passagem pelo litoral colombiano entre Cartagena e Santa Marta (Parque Tayrona). Até a próxima!

Frente ao Aeroporto Internacional de Letícia, rumo ao litoral Colombiano, Cartagena da ìndia. Foto: Jôviajou

 Siga:

Insta: @jôviajou

Curta Fan page: /joviajou

#joviajou

(Visited 1.069 times, 2 visits today)

12 pensamentos em “Porta de entrada Colômbia: Tabatinga-AM-BRA / Leticia-AM-COL”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.