Blog de Turismo – Eu fui, irei e estou…

Boa Vista/RR e Serra do Tepequém: roteiro de quatro dias

Sumário

Boa Vista/RR e Serra do Tepequém estão próximos que cabem perfeitamente numa mesma viagem de um feriadão de quatro dias.

Neste texto você vai encontrar o passo a passo para organizar esses dois destinos turísticos num único roteiro em Roraima.

Quem tem três a cinco dias também consegue completar a viagem  nesse caso, vai sobrar menos tempo para um dos destinos. Tem mais dias de destinos de Roraima? Sim, mas isso é tema para outro texto, o que fazer em Iracema.

Boa Vista/RR e Serra do Tepequém: roteiro de quatro dias
Foto: Gildo Junior

Vamos saber o que fazer em Boa Vista/RR e Serra do Tepequém: roteiro de quatro dias

Dias 1 e 2: Chegada e roteiro por Boa Vista

Ao chegar de avião em terras macuxi, chegará no Aeroporto Internacional Atlas Brasil Cantanhede de Boa Vista.

O aeroporto fica localizado dentro da cidade e você se locomove facilmente.

como ir a bos vista rr

E isso significa que você estará próximo a tudo na capital, já que são 5km até o centro de BV.

Sugerimos que não pegue ônibus para a hospedagem que for, pois dá uma volta na cidade, até chegar ao centro e ainda terão que pegar dois ônibus.

Os táxis no aeroporto tem tarifas altas. Há a alternativa de solicitar carro via aplicativo que fica mais barato.

Ou se você quiser, também pode alugar um carro, a melhor sugestão para fazer esse roteiro, caso você queira andar melhor na cidade e ir a Serra do Tepequém por conta própria.

De Uber e 99táxi funcionam em Boa Vista e passam no aeroporto. A corrida para o centro dá cerca de R$ 10,. Já um táxi custará em torno de R$ 50,.

O que leva a outro questionamento: vale a pena alugar um carro em BV? Sim, vale a pena, pois com GPS e internet você anda toda a cidade que é planejada e sinalizada e ainda pode esticar até a Serra do Tepequém.

A cidade tem estacionamento em todos os lugares e você não vai pagar nada, pois a maioria é público ou na rua mesmo. Além disso, não há pedágio as BRs e RRs de Roraima, caso queira ir a Serra do Tepequém dirigindo.

Para passear na cidade, não recomendo o transporte público de ônibus, pois a rota é ruim, cara e demorada.

A sugestão é alugar uma bike e conhecer os principais pontos turísticos, mas cuidado com o sol forte e verifica o horário ou ir de Lotação, que te deixa nos principais pontos da cidade mais rápido.

O melhor, depois de alugar o carro é o aplicativos de motoristas, assim você não tem problemas de se perder e economiza.

O trânsito é super tranquilo na cidade e é tudo muito perto.

Por outro lado, pode compensar ficar os quatro dias com o veículo caso você esteja mesmo viajando num feriadão, quando as ruas estão mais calmas e você pode ficar mais tranquilo, mesmo sendo fácil andar pelas ruas largas de BV.

Se você não estive viajando sozinho, o conselho é alugar o carro e ir para Serra do Tepequém dirigindo. 

Não é que seja impossível ou complicado fazer esse roteiro de ônibus para Serra, mas há um horário ruim e muda muito os trechos, e na Serra, você poderá utilizar o carro para ir as cachoeiras.

Uma pessoa consegue fazer o trecho dirigindo sozinha já que são apenas 210km saindo de Boa Vista até a Serra do Tepequém.

Chegou em BV? Aproveite esses dois dias para conhecer parte das atrações da cidade.

No primeiro, dá para encaixar um passeio e almoço no Restaurante com peixadas, vai ao hotel, durma um pouco e depois sai para um passeio pelo Centro Histórico de Boa Vista e seus monumentos e arquitetura ao redor;

Boa Vista/RR e Serra do Tepequém: roteiro de quatro dias
Foto: Romeu Lima

A Praça do Centro Cívico e segue com o Complexo Ayrton Senna, fazendo um lanche regional com um açai ou paçoca com banana na Praça da Artes e conclui no Parque Anauá, apreciando o pôr do sol no lago dos Americanos.

Para o café, o point do momento é o Mercado São Francisco, que também fica bem localizado e você vai degustar de ótima culinária regional desde logo cedo.

Por fim, mais uma opção noturna interessante é a avenida Ville Roy que possui vários restaurantes, concentra bares e casas noturnas.

No segundo dia, dedique seu tempo para as praias, lagos ou igarapés da cidade. 

O rio que banha a cidade fica logo ali, o Rio Branco, no verão faz belas praias, tendo com uma das suas principais a praia grande e a praia da balsa, além de passeios de barco no rio branco com almoço incluso no fim da tarde há um belo pôr do Sol.

Na parte da noite, você pode ir a Orla Taumanam e aproveitar música regional com uma bom petisco e cerveja com a vista noturna na orla.

Boa Vista/RR e Serra do Tepequém: roteiro de quatro dias
Foto: Romeu Lima

Sobrou tempo? Cogite colocar no roteiro uma caminhada no Bosque dos Papagaios e outras praias, como a praias do Caçari e Polar.

Dia 3: Boa Vista/RR e Serra do Tepequém

Reserve um dia inteiro para conhecer as cachoeiras da Serra do Tepequém. Acorde cedo e saia de Boa Vista à 6h, siga pela BR-174 sentido Venezuela e no quilômetro 100, faça uma parada para tomar um café regional e comer uma paçoca com banana.

Ao chegar no 100, você, logo a frente dobra para esquerda logo na frente e segue na RR 203 sentido a Serra do Tepequém. Você irá passar pela Vila Brasil e seguir para serra.

São cerca de 5km de subindo serra e você chega na Vila do Paiva, onde há infraestrutura de meios de alimentação e hospedagem.

Após tomar café no km 100, siga para serra do tepequém. A chegada será por volta de 9h da manhã e você contratar um guia local e seguir direto para a cachoeira do Paiva e o Mirante do Paiva, aliás, tepequém e cachoeiras, são quase sinônimos. Mas se preferir, pode deixar as malas na pousada no tepequém.

Como a hospedagem começa as 12h, você segue para aproveitar a cachoeira e depois almoçar uma boa comida regional, se quiser, já faz o pedido antes em algum restaurante e em seguida já almoça e vai para o hotel.

Para aproveitar mais as cachoeiras de Tepequém você pode ir a cachoeira do Barata e logo depois para a corredeiras do Cabo Sobral e a noite aproveitar a brisa da vila caminhando frente ao platô, se tiver na lua cheia, é melhor.

Dia 4: Serra do Tepequém

No segundo dia da Serra do Tepequém, você pode acordar cedo, contrate um guia e faça trilha para subir o platô para admirar o nascer do Sol e fazer um fotão na mão de Deus. Se você aprecia Aves, pode fazer um turismo de observação de aves. Na descida, siga para o poção e dois para a lagoa da Esmeralda.

pousada no tepequem
Foto: Gildo Junior

No retorno do fim de tarde, se você ainda tiver disposição, pode seguir para a cachoeira da lage verde, pós-almoço. No fim da tarde, Às 17h pegue a estrada para descer a serra antes do anoitecer e siga para Boa Vista.

Ao visitar Roraima, conheça Boa Vista/RR e Serra do Tepequém.

SIGA @JÔVIAJOU
 Passagem Promocionais
 Hospedagem Booking
 Hospedagem com DESCONTO o Airbnb
Seguro Viagem com DESCONTO
 Aluguel de Carros
 CHIP de Viagem
 Curso de Inglês para Viajantes
 Curso de Vinhos para viajantes

(Visited 48 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.